Frutos do protestantismo

04/03/2020

Por Pe. Frei Marcelo Aquino, O. Carm

Muito se fala do protestantismo, mas muito pouco se fala dos frutos que essa corrente herética do cristianismo produz na alma dos fiéis. É justamente desses ales que pretendo discorrer nas próximas linhas.

Em primeiro lugar é preciso dizer que o protestantismo se constitui uma grave agressão a Deus, por se tratar de uma corrente que surgiu no cristianismo original (o catolicismo) e que durante 500 anos provocou uma grande desgraça na vida de milhões de pessoas em todo o mundo.

Os países que se entregaram as heresias protestantes tiveram como futuro o ateísmo, países que antes gozavam de grandes favores divinos, foram entregues a ignomínia, a Suécia, por exemplo, antes de seguir as heresias de Lutero era um país católico e quase toda a população cria em Deus, depois que apostataram aos poucos os católicos que viraram protestantes começara a definhar, e grande parte deles se tornaram ateus, tornando a Suécia o maior país ateu do mundo, com uma percentagem de mais de 40 % em todos os continentes a percentagem de ateus não passam de 12 % onde tem um grande crescimento, mas a Suécia supera qualquer país do mundo.

Segundo pesquisas extraoficiais no Brasil o islamismo cresce com a "conversão" dos protestantes, isso significa que a "doutrina" de Lutero é um forte meio de levar as almas à perdição, rezemos para que muitos protestantes se convertam a verdadeira religião para que Deus possa nos cumular de bênçãos em todos os sentidos.

Mas continuando a análise dos "frutos" do protestantismo, não tem precedente, o número de famílias destruídas por causa dos protestantes que ao se "converterem" causam grande divisão no seio da família, aquele filho que antes amava a sua mãe, agora a chama de ímpia, e ainda diz que ela vai para o inferno por não deixar de ser católica, existem protestantes que deixam de se relacionar com os parentes só pelo fato deles continuarem católicos.

Também é infinita a lista das pessoas que ficaram loucas por abraçarem o ideal protestante, pois tudo que não vem de Deus leva a loucura, e com o protestantismo não é diferente, nos anos 40 foi feito um estudo que revelou que o espiritismo era a causa de muitos brasileiros irem à loucura, mas com o advento do protestantismo, o responsável pela loucura de muitos brasileiros passou a ser a "doutrina" de Lutero.

A verdade é que nenhum homem tem o direito de corrigir uma obra de Deus, e todo aquele se presta a isso ganha à ignomínia por prêmio, foi o que Lutero ganhou por achar que ele estava acima da Igreja fundada por Nosso Senhor. Assim como acontece com as pessoas que acham que estão acima de Deus e se acham no direito de definir o gênero humano, dizendo que ninguém nasce homem ou mulher, mas que a sociedade é quem vai formá-lo. Isso é mais que prepotência, um simples mortal querer está acima do criador do céu e da terra, e dizer que aquilo que nasce é apenas um bolo de carne nem identidade definida.

Também beira à loucura uma mulher acreditar que tem o poder sobre a vida, só porque a criança está dentro de seu ventre, a vida pertence a Deus e ninguém pode dizer o contrário, pois não foi um homem que criou o ser humano, mas Deus que é o autor da vida, e, portanto, somente Ele tem poder sobre ela.

Todas essas loucuras advém do protestantismo, pois se analisarmos é no protestantismo que nascem as piores práticas da humanidade, vejamos aqui algumas, os primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo aconteceu no protestantismo, o "direito" de abortar é amparado pelos protestantes, o "direito" de mulher ser "pastora" é empreendido pelos protestantes, a disseminação da divisão é do protestantismo, e aqui não falo apenas da primeira divisão, que ele fizeram no catolicismo, mas das milhares de divisões entre eles mesmos, lembrando sempre que quem divide é o satanás, as inúmeras desobediência a Sagrada Escritura quem empreende são os protestantes e a deturpação da Sagrada Escritura, e se eu continuar falando dos frutos do protestantismo teremos que fundar uma faculdade só com esse objetivo, pois artigo nenhum desse mundo cabem todos os erros protestantes.