A Única Chance

06/03/2020

A única chance

Por Pe. Frei Marcelo Aquino, O. Carm

A vida que nós temos para ser vivida aqui na terra é a única chance que temos para preparar nossa vida eterna. Não existe outra possibilidade de voltarmos e corrigir o que não foi certo durante nossa estadia neste mundo. A pessoa que se diz católica e acredita que existe a possibilidade de reencarnação, é um pobre coitado, e pior do que isso é um miserável que despreza o sacrifício de Nosso Senhor para nos salvar.

Nós temos uma vida toda para demonstrar nosso agradecimento a Deus por nos ter criado e a Nosso Senhor Jesus cristo nos ter resgatado do poder da morte, é inconcebível que um dito católico viva como se a salvação comprada com o sangue precioso é uma coisa qualquer, é uma sandice um católico achar que reencarnação é o mesmo que ressurreição, nosso Senhor, encarnou, o que isso significa que Ele ganhou carne, se tornou um de nós em tudo exceto no pecado, a encarnação do verbo nada tem a ver com a reencarnação que os espíritas acreditam, pois aquilo nada mais é que loucura.

Uma vez que o Filho de Deus feito homem morreu na cruz por nossa salvação, a nós só uma coisa pode ser pedida, doarmos a nossa vida a Deus, e isso se faz aqui na terra, nossa vida aqui deve ser vivida numa eterna preparação para o céu, não haverá outra chance de voltar aqui para corrigirmos nossos erros, a oportunidade é única, por isso, precisamos valorizar essa oportunidade e quem sabe até fazer com que todos que ainda não tomaram consciência dessa realidade, "caia na real", como dizem os jovens, pois, do contrário, depois nada poderá ser feito.

O livro do Eclesiástico nos diz, louva a Deus enquanto há vida, pois depois o louvor terminou, não terá mais outra forma de manifestar a Deus nosso amor e gratidão por Ele nos ter salvos, o momento oportuno é agora, como diz um ditado, não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje.

O grande erro que os homens cometem é de não saber valorizar o agora, ficam pensando no futuro sem viver o presente, aproveitem que agora você está ciente do amor de Deus, e procure manifestar com a vida sua gratidão, pois, pode ser que você venha a perder os sentidos e não poderá mais manifestar seu amor a Deus.

Liberte-se de pensamentos que nada parecem com o modo de pensar dos cristãos, Cristo não é um espírito elevado, é Deus, Ele é a razão da elevação do espírito, se o nosso espírito sobe para Deus, é por causa do dom de Cristo de nos fazer participantes da sua vida divina, portanto, Cristo teve nossa carne, se encarnou pelo Espírito Santo no seio de Maria Santíssima, como nos diz o credo nicenoconstantinopolitano.

Um cristão que acredita em reencarnação resga o Santo Evangelho, mais que isso, rasga o corpo de Cristo Jesus, não merece ostentar o nome de cristão, pois o cristão é chamado a ser outro Cristo. Como seremos outro Cristo se não estivermos cheios dos sentimentos de Cristo? Como nos diz a carta aos filipenses (Fl 2,5). Se não tivermos a compreensão do que significa o sacrifício de cristo por nós, vamos claudicar e não vamos nos manter de pé, seja Cristo a nossa razão de viver, para que assim nós possamos de fato demonstrar com a vida o que Cristo fez por nós.

Que o nosso entendimento seja permeado pela luz maravilhosa de Nosso Senhor, assim seremos luz para este mundo que está em trevas, e assim vamos dissipar as trevas do mundo com o nosso entendimento, que não trás nossos gostos, mas o gosto de Cristo somos chamados a dar um novo sabor a este mundo, e o sabor não pode ser o outro que o sabor de Deus.

A todos os homens é dada uma única oportunidade de viver nesta terra e aqui preparar a vida futura, se aqui não queremos viver com Deus em nossas vidas, na vida futura será a mesma coisa, sendo assim, se não procurarmos a Deus agora, depois de morto também não vamos procurar, porque não será mais possível.

Portanto, é nesta vida que de acordo com a nossa conduta com Deus preparamos nossa vida futura, se aqui foi com Deus lá também será.