A arquitetura das igrejas

19/02/2020

ém se dá com a arquitetura nos templos católicos. A beleza revela Deus, por isso a Igreja sempre usou muita beleza para adornar a casa de Deus, existem muitos objetivos a serem cumpridos na arquitetura da igreja, por isso tem uma razão daqueles vitrais estarem ali na parte superior das igrejas, primeiro as coisas belas normalmente ficam no alto para nos remeter que devemos elevar nosso olhar para o céu, no intento de comtemplar a Deus.

A verdade é que na Igreja Católica até a arquitetura fala de Deus, nos impulsiona para Deus. Certa feita, um homem estava catequizando um recém-convertido, e ele lhe falava do reino dos céus, o homem explicava o sentido das escrituras e a doutrina da Igreja e caminhava, mostrava a beleza de Deus na natureza, e caminhava e explicava, dai chegou perto de uma bela catedral, o catequista disse, bem agora é a hora de entrar pela primeira vez numa igreja católica, ao entrar na catedral, o recém-convertido olhava para todos os lados maravilhado com o que via, e admirava as imagens, os vitrais, as pinturas e por fim olhou para o teto, vendo uma maravilhosa pintura onde aparecia Nosso Senhor, Nossa Senhora rodeado de anjos e santos, o recém-convertido exclamou, é aqui o céu de que tanto me falou?

Pois bem, eis para que serve a arquitetura das igrejas católicas, servem para evangelizar, servem para falar da beleza do céu sem dizer nenhuma palavra.

Primeiramente é preciso ter em mente a importância da arquitetura na igreja, a Igreja é mater et magistra, ela sabe o que é melhor para todos os homens e assim a Igreja sabendo que deve usar de todos os meios possíveis para atrair o povo para Deus. As pessoas que entram numa igreja católica de antigamente, na verdade essa pessoa entra numa atmosfera de mística, a arquitetura deve falar de Deus, por isso o ambiente é ricamente adornado com belas pinturas de passagens da sagrada Escritura, passagens da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo, passagens da vida de Nossa Senhora e dos outros santos.

A beleza da arquitetura nas igrejas antigas, não tem outro objetivo, senão elevar as almas a Deus, a beleza das igrejas não é um mero ponto de estética, mas ali está um ponto muito importante, pois na igreja não tem só letrados, tem muita gente que não sabe ler, e essas pessoas aprendem sobre o mistério de Cristo pelas imagens e pinturas das igrejas. Pois a presença da imagem ali não tem um objetivo de estética, mas sim o objetivo de evangelizar, não só os iletrados, mas também os letrados, pois uma imagem fala mais que mil palavras.

Para poder se beneficiar daquela beleza, é preciso ver e refletir, as imagens demonstram a piedade que todos nós devemos ter diante de Deus, e não só diante de Deus.

A Igreja deseja que todo homem seja levado a Deus, a Igreja acredita que o ambiente seja apropriado para contribuir com a pregação ali feita, o ambiente deve favorecer ao objetivo ali buscado, assim como para que os alunos tenham um melhor aprendizado, ele deve dispor de uma boa estrutura em sala de aula.

Infelizmente hoje a arquitetura das igrejas modernas não levam os fiéis ao transcendente, mas pelo contrário, os tira da transcendência, hoje uma igreja nova parece mais com igreja protestante e também com a nossa própria casa, e às vezes a nossa casa pode parecer mais igreja do que a própria igreja é uma perda lamentável para as novas gerações.

A Igreja sábia procura em tudo tirar um proveito em benefício das almas, e não é diferente na elaboração da arquitetura, seria muito bom se nesse pequeno artigo, tivéssemos a possibilidade de enriquecer com fotos de igrejas antigas, para mostrar com imagens o que aqui queremos fazer entender.

O mínimo que se podia esperar na arquitetura moderna é a presença do crucificado no centro do altar, na parede atrás do padre e no altar defronte ao padre, existem padres que não admitem que o crucifixo fique no meio, pois o centro não é Cristo, mas o padre, quem tem que aparecer é o padre, e Cristo é uma figura insignificante.